Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Qualquer assunto sobre os elétricos.
(Assuntos de manutenção devem ser postados em Oficina e vendas em Feira do Rolo)

Moderadores: pixelman, Abib, mach, Pimpolho

 
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Jan 2014, 21:00
Localização: São Paulo

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor danielmah » 02 Mar 2015, 11:19

Tenho um combo Tekin RX8 Gen2. Quando eu ligo ele sozinh, sem o cabo do receptor ele liga tranquilo. Quando ligo com o receptor futaba ele não liga. Troquei o receptor por um outro Futaba que estava funcionando e ele não funcionou também. Assim que desconectei esse receptor e voltei para o automodelo original, notei que ele havia parado de funcionar tb. É possível que o meu ESC (baterias 4S) esteja queimando os receptores? Se sim, o que eu devo fazer? Não aguento mais perder receptores.

Obrigado,
Daniel


Losi 8ight 3.0 T Eletric
Revo 3.3
XO-1
Losi Mini 8ight
Latrax Rally
Losi Mini Eight-T
Slash

 Losi Eight 3.0      Mamba Monster      Futaba 4pks-r

Site Admin
Avatar do usuário
Mensagens: 11634
Registrado em: 22 Mai 2007, 23:00
Localização: ABC, SP

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor Abib » 02 Mar 2015, 13:04

Você chegou a testar inverter o comando do rádio para o acelerador?


Imagem

 RC8|RC8SC|Savage|HellFire      Mamba|Mamba|Mamba|Mamba      Spektrum DX3R :joia:      LiPo      SlipStream|SC|SC|RatRod      ProLine|Panther|Alpha      Central Park|PMSA

 
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Jan 2014, 21:00
Localização: São Paulo

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor danielmah » 05 Mar 2015, 20:36

Não tentei. Como faço isso Abib? Abs


Losi 8ight 3.0 T Eletric
Revo 3.3
XO-1
Losi Mini 8ight
Latrax Rally
Losi Mini Eight-T
Slash

 Losi Eight 3.0      Mamba Monster      Futaba 4pks-r

Site Admin
Avatar do usuário
Mensagens: 11634
Registrado em: 22 Mai 2007, 23:00
Localização: ABC, SP

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor Abib » 06 Mar 2015, 07:48

Vá no rádio, acesse o menu de reverso e altere a chavinha do Throttle.

Mas antes de tudo, pergunto: Você fez o Radio Calibration neste ESC? Se já fez, aí sim deve ser o reverso, conforme indicado no Manual.


Imagem

 RC8|RC8SC|Savage|HellFire      Mamba|Mamba|Mamba|Mamba      Spektrum DX3R :joia:      LiPo      SlipStream|SC|SC|RatRod      ProLine|Panther|Alpha      Central Park|PMSA

 
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Jan 2014, 21:00
Localização: São Paulo

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor danielmah » 06 Mar 2015, 10:30

Abib, eu nao consegui fazer nada. Quando eu ligo o Esc sem plugar os cabos ele liga. Quando eu ligo ele em qualquer receptor ( no channel 2) ele nem dá sinal de vida. Quando vou ver o receptor acabou sendo queimado ou parou de funcionar nos outros carros tb. Nao acho que seja problema no radio, acho que é alguma configuração do esc mesmo, sei lá.


Enviado do meu iPad usando Tapatalk


Losi 8ight 3.0 T Eletric
Revo 3.3
XO-1
Losi Mini 8ight
Latrax Rally
Losi Mini Eight-T
Slash

 Losi Eight 3.0      Mamba Monster      Futaba 4pks-r

Site Admin
Avatar do usuário
Mensagens: 11634
Registrado em: 22 Mai 2007, 23:00
Localização: ABC, SP

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor Abib » 06 Mar 2015, 10:37

Se você alimentar o receptor com uma bateria de 6v e ligar apenas um servo, o que acontece?


Imagem

 RC8|RC8SC|Savage|HellFire      Mamba|Mamba|Mamba|Mamba      Spektrum DX3R :joia:      LiPo      SlipStream|SC|SC|RatRod      ProLine|Panther|Alpha      Central Park|PMSA

 
Mensagens: 6
Registrado em: 20 Jan 2014, 21:00
Localização: São Paulo

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor danielmah » 06 Mar 2015, 11:42

Vou testar isso para ver e te falo. Valeu pela disposição em ajudar


Enviado do meu iPad usando Tapatalk


Losi 8ight 3.0 T Eletric
Revo 3.3
XO-1
Losi Mini 8ight
Latrax Rally
Losi Mini Eight-T
Slash

 Losi Eight 3.0      Mamba Monster      Futaba 4pks-r

 
Mensagens: 2
Registrado em: 22 Set 2017, 10:38
Localização: Brazil, MG

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor Matheus Wronski » 22 Out 2017, 23:10

Fala modelistas, tudo bem? Gente, respondi esse tópico aqui pra dar um help pra quem está iniciando no hobby e não tem muito conhecimento sobre carregadores (igual eu não tinha quando comecei). Seguinte, meu primeiro carregador foi um iMAX B6AC, com 80W. No começo era belezinha, mas conforme fui adquirindo mais baterias, ele já não dava mais conta do recado. Demorava uma eternidade pra carregar todas . Sendo assim, comprei um melhor, com 200W de potência e 4 canais independentes :drinks: . Fiz um review pra compartilhar com vocês. Vou deixar o link aqui pra quem quiser dar um look lá :D

Grande abraço e divirtam-se!!

https://www.youtube.com/watch?v=Qhpb_wSOoOM&t=266s




 FrSky Taranis X9D Plus

 
Mensagens: 9
Registrado em: 13 Jun 2018, 18:09

Re: Tudo sobre Automodelismo Elétrico!

Mensagempor Marco Garcia » 20 Jun 2018, 11:24

,Julio escreveu:
O mundo do automodelismo elétrico
Manual básico de sobrevivência.


Bom, venho aqui escrever esse pequeno artigo com foco de esclarecer um pouco o mundo, para alguns, desconhecido dos automodelos elétricos.
Particularmente, sempre adorei o hobby por amar carros desde cedo, e via nos RCs meu sonho em miniatura, ou seja, apropriados para minha idade.
Porém, eu fazia questão de ser combustão, não "a pilha". Era um sonho ver um motor funcionando, poder interagir com ele... era coisa de gente grande!
Após sofrer bastante com os carros, principalmente relacionado ao motor (seja falta de compressão, seja regular, seja limpar filtro, etc), surgiu a oportunidade de eu pegar um elétrico "simples": uma rustler vxl (originalmente brushless). Primeiras voltas (dentro de casa!) achei o carro super nervoso, mesmo que, com as minhas baterias da época, eu tirasse pouca performance do carro. O torque ira instantâneo, completamente diferente do combustão. Eu costumo a comparar com um carro turbo, onde a turbina demora para encher, somente em rotações mais altas, quando você recebe o "impulso" dela. O combustão seria um carro turbo onde a turbina demora para encher, e você sempre usa a embreagem para sair, limitando demais o torque de "saída". No elétrico, não!
O torque é completamente instantâneo!
Após me apaixonar por elétricos, e tentar, forçar meu gosto por combustão, não deu certo, o elétrico era amor de verdade! hahaha
Muitos criticam a falta de cheiro (eu também criticava, mas hoje em dia, acho muito mais limpo, eu prefiro "respirar" em uma área de elétricos), ou pela ausência do barulho (alias, barulho tem, e acho fantástico, parece uma turbina. Hoje em dia eu gosto do silêncio, mesmo sendo um dos principais fatores que me motivaram a gostar de RC, combustão obrigatoriamente). Eu gostava até da "dificuldade" do combustão no inicio, era um desafio, era o máximo! Porém, mesmo superando a dificuldade, o tempo mudava e era necessário regular o carro novamente... elétrico é prático, só conectar as baterias, ligar o plug e pronto. Atualmente, acho que a limpeza, praticidade e desempenho do elétrico é fantástico, e seus pontos fortes.
Logo, foi o tempo de migrar para a minha categoria favorita, que eu corria anteriormente de combustão, ou buggy ou truggy.
O carro que surgiu para mim foi um buggy, um Team Losi 8ight 2.0 RR (kit, ainda combustão).
O objetivo era montar um elétrico a nível ou superior aos meus concorrentes barulhentos.
O kit de conversão utilizado foi o original da losi, que iguala o carro ao originalmente elétrico. Quanto ao motor e esc, após ler um pouco e ver alguns carros, o combo escolhido foi o Mamba Monster V3, com o motor neu 1515 (2200kv), por ser muito confiável, forte, durável e um dos mais (se não o) melhor para a modalidade.

Carros:
Imagem
De um tempo para cá, os elétricos estão ganhando bastante mercado, e por terem se inovado tanto nos últimos anos, estão começando a liderar o mercado, até na frente dos à combustão. O chassi dos principais modelos offroad top surgem com foco não em elétrico, mas em combustão. Porém, surgem marcas que inovam com diversas opções de kits para converter o carro para elétrico (uma que possui para diversos carros é a Tekno RC. Atualmente, várias marcas estão lançando também uma versão elétrica, onde todo os sistema de suspenção, chassis, enfim, o kit completo, se mantém o mesmo ou muito semelhante ao seu irmão combustão. As principais diferenças é a mudança do plate do servo, pois no elétrico você usa o freio do motor (o motor gira para os dois lados, e o esc [electronic speed control] sendo inteligente, consegue criar um sistema de freio bem superior ao movido a servo), sem precisar de dois servos, apenas do de direção. A embreagem é eliminada, e algumas mudanças são feitas na distribuição de peso no chassis, conseqüentemente. Normalmente, não sempre, os carros naturalmente elétricos possuem uma distribuição melhor, sem prejudicar a engenharia, porém em carros como a rc8 ou o 8ight, o kit de conversão recomendado é o da própria empresa, que deixa o carro IDÊNTICO ao elétrico "por natureza". Também existem outras opções, mas que deixam o carro diferente.

Dirigibilidade:
Imagem
Mais técnico. É, pode parecer estranho, porém pelo menos para mim, essa é a palavra que melhor define a maneira de pilotar. Com o torque "instantâneo", o elétrico não perdoa, se você for muito bruto, ele gira, destraciona ou, no asfalto, chega até a dar backflipe (girar no ar e cair em pé). Acho mais gostoso dirigir o elétrico pois o carro tem uma resposta diferente, quem guia o carro é você, o setup do carro e sua maneira de dirigir faz muita diferença pela maneira que o motor responde. Nos saltos, a teoria de controlar o carro no ar é a mesma, porém no dedo é bem diferente, enquanto no combustão eu chegava a acelerar tudo quando o carro embicava muito, no elétrico é 1/4 disso e por menos tempo! Freio é a mesma coisa... acho que o carro não gera limitações, mas sim seu setup e sua dirigibilidade (estou dizendo carro com sentido de combustão, comparando dois modelos iguais, um elétrico um combustão, onde o carro é igual, porém o motor acaba deixando o carro bem diferente).

Motor:
Imagem
Brushless: Os motores de corrente contínua sem escovas ou BLDC (Brushless DC) oferecem diversas vantagens sobre os motores de corrente contínua com escovas, dentre as quais se podem destacar a confiabilidade mais elevada, o ruído reduzido, a vida útil mais longa (devido a ausência de desgaste da escova), a eliminação da ionização do comutador, e a redução total de interferência eletromagnética[carece de fontes] (EMI).
A desvantagem principal do motor sem escovas é o custo mais elevado, a qual se deve a dois fatores: primeiramente, estes motores requerem dispositivos MOSFET de alta potência na fabricação do controlador eletrônico de velocidade. Por outro lado, os motores de corrente contínua com escovas podem ser regulados por um resistor variável simples (potenciômetro ou reostato), mesmo sendo ineficiente, ele também pode ser satisfatório para algumas aplicações dependendo do custo-benefício. Os motores BLDC necessitam de um mais caro circuito integrado, chamado de controlador eletrônico de velocidade para oferecer o mesmo tipo de controle variável. Em segundo, ao comparar técnicas de construção e manufatura entre BLDC e os motores escovados, muitos projetos de BLDC requerem trabalho manual, no caso de fixação da bobinas do estator. Por outra banda, os motores com escovas usam enrolamentos que podem ser bobinados automaticamente e são portanto mais econômicos.
Os motores BLDC são considerados mais eficientes do que os motores de corrente contínua escovados. Isso significa que para a mesma potência de entrada, os motores BLDC converterão mais energia elétrica em energia mecânica do que um motor de corrente contínua escovado. A eficiência é maior na região de "baixa-carga" e "à vazio" na curva característica do motor. Sob cargas mecânicas elevadas, os motores BLDC e os motores escovados de alta qualidade são equivalentes em eficiência. [fonte: wikipedia]

Caso queira saber também sobre os escovados clique [url=http://pt.wikipedia.org/wiki/Motor_de_corrente_contínua]aqui.[/url]

KVs: Não sei definir exatamente o que significa, mas está relacionado a rpm, voltagem e conseqüentemente, seu uso. Nos offroads pesados, buscamos mais torque do que giros, e pegamos então motores com kvs baixas. O 2200 é um ótimo motor para isso. Quanto menos KVs, mais volts o motor suporta sem aquecer mais.... bom, resumindo: menos kv é mais torque, menos giros, mais volts (a bateria "defini" isso) e mais torque, enquanto mais kvs é sinonimo de mais rpms, menos torque. Apropriado para offroads leves (como a rustler, o lazer, ou até uma conversão de um dbx. Mas não exagere (13000kvs só para onroads 1:10, não adianta por em off que não irá rodar direito) ou onroads 1:10 (onde mais kvs é melhor, pois é sinônimo de giros e velocidade). Para os onroads 1:8, o pessoal anda de motores offroads pelo peso, e roda perfeitamente e continua na frente de todos os .21 tops!) No caso dos offs 1:8, uma boa é motores com menos de 3000kvs.
Comparando de uma maneira "tosca", os kvs seriam como a "cilindrada" dos motores combustão. Nos 1:8 onroads, o pessoal anda de .21, ou seja, cilindrada típica de um motor offroad (porém com um motor onroad), nos elétricos é a mesma coisa, por isso menos KV. Nas trucks 1:10 off road de motores 12 onroad, mesma coisa nos elétricos, altos kvs, para gerar menos torque e mais rotação. Os .28 offroads passariam por volta dos 2200 para menos e os .21 nos 2650, pois tem menos torque e mais giro. O 2650 também pede menos volts, ele aquece mais comparado ao 2200 por que é feito para rodar com menos volts... e assim vai indo, quanto menos kvs, maior é o aquecimento com maior voltagem.
"1Kv equivale a 1 RPM por volt, ou seja, um motor como o meu, de 2200kv, rodando com 14.8V (4s), consegue atingir 32.560RPMs (14.4 x 2200 = 32.560). Por isso quanto mais kvs melhor para motores onroads, e por isso eles esquentam com mais voltagem, afinal, você está aumentando muito seu potencial." Dica de rpompeu

Temperatura:
Imagem
Assim como nos GPs, os EPs também precisam de atenção voltada a temperatura, porém não tão frequentimente quanto os GPS. O que aquece um motor elétrico? Relação absurda, onde você força o motor. Voltagem excessiva e descarga da bateria também são fatores que forçam o motor, caso não sejam apropriados, aquecendo-lhes.
Caso o motor ou esc suportem, podemos elevar seu limite ficando de olho na temperatura (o ideal é não passar dos 100 graus, o que já é bem quente). Dá para comparar com o overclock de um processador: não exagerando, a placa mãe permitindo e você resfriando, pode overclockar. É a mesma coisa, o esc e o motor permitindo e você resfriando, pode ir mexendo... mas fique de olho, pois elétrico é bem "simples" quando estraga, simplesmente derrete ou até pega fogo.
A maneira mais simples e eficaz de resfriar o motor e o esc é através de um cooler, uma ventoinha, como as de computadores.

Sistema de Rádio:
Imagem
Basicamente igual os GPs. A bateria é conectada ao esc, que é conectado ao motor e ao receptor. Ele é inteligente e distribui a energia necessária, sem precisar se preocupar. Ele sempre dá prioridade ao sistema de rádio, então quando o carro ficar fraco e a bateria "acabar" (abaixar a voltagem), o cutoff primeiramente cortará o motor, mas nunca o sistema de rádio. Servo (somente 1 normalmente, mas tem caso de freios "mecânicos"), rádio, receptor, tudo é igual.

Electronic Speed Control
Imagem
O que significa ESC?
ESC é o acrônimo da palavra 'Electronic Speed Control' (ESC), que significa 'Controlador Eletrônico de Velocidade'. Estes controladores eletrônicos são necessários nos motores brushless e opcionais nos motores chamados brushed, utilizados para controle de velocidade.
"Opcionais nos escovados apenas se for usado um motor "latinha", o mais simples e fraco dos motores, pois este pode ser usado com um controlador de velocidade (ou speed) mecânico que é um potenciômetro acionado por um servo, qualquer motor mais forte que o latinha já precisa de um ESC. O speed mecânico, que eu saiba, nem existe mais pra venda, devido a sua baixa eficiência." Dica de rpompeu.
A função do ESC é controlar a passagem do energia para o motor do acordo com a necessidade enviada pelo receptor.
Outra função importante é passar a eletricidade na voltagem correta para o receptor (receiver), eliminando a necessidade de uma segunda bateria para alimentar o receptor.
Ele substitue o servo de controle de rotação/velocidade (throttle) dos motores a explosão (glow), utilizando o canal do mesmo para o mesmo fim.
Estes controladores são necessários nos motores brushless, sendo fabricados especificamente para esse tipo, pois estes motores necessitam de uma certa inteligência para orientar e controlar o fluxo de eletricidade enviadas para os motores brushless.
Para os motores brushed existem também ESC, fabricados especificamente para eles, sendo que estes ECS's funcionam basicamente como limitadores de energia para os motores brushed. [fonte: http://evandro.net/aeromodelismo/aeromo ... ntrol.html ]

Programação: um número bem grande de ESCs possuem programação. Nela é possível setar os mínimos detalhes, como marcha lenta, percentual de freio, de aceleração, algo semelhante ao ABS da direção porém para o motor, que dá, de início, menos torque para o motor... muda completamente a reação do carro aos controles.

Cutoff: o cutoff, embutido nos ESCs brushless, serve para "cortar" o motor quando a lipo estiver com uma baixa voltagem. "3.7V é a carga nominal (nominal pois depois de carregadas elas ficam com 4.2V) de uma célula de lipo (1S), o cutoff geralmente ocorre com 3V por célula mas em muitos ESCs pode se programar esse corte de voltagem. Sem ele, você estará descarregando toda a bateria, o que, no caso das lipos, não pode acontecer." Dica de rpompeu.

Baterias:
Imagem
Parece complicado, mas é simples. Vou me focar nas baterias tipo lipo, tecnologia mais "estável" para os RCs, oferecendo mais desempenho, runtime, entre outros, em relação a nimh. Nelas podemos encontrar a amperagem, que determinará o seu runtime. É a capacidade de carga da bateria. Temos também os Cs, que está relacionado ao ciclo, a descarga da bateria. É feita uma conta, entre os C e os MAH que determinam a capacidade de descarga da bateria. Se não me engano é C x MAH / 1000. Alguns motores exigem carga alta, necessitando de baterias com uma relação mah/c grande.
A voltagem das lipos é a quantidade de célula. Cada célula tem 3.7 volts, logo, 2S são 7.4, 3S 11.1V, e assim vai indo. Para motores com pouco KV e carros pesados o ideal é andar de +4S, para onroads leves, 2S é forte, 3S é MUITO forte. O runtime também dependera de seu motor, sua maneira de dirigir e sua bateria.
O uso de duas baterias "iguais" em série faz com que a voltagem seja somada. EX: duas baterias de 5000MAH 30C 2S 7.4V em série passará a ser de 5000MAH 30C 4S 14.4V.
Já em paralelo, é somado a amperagem. Logo, de 5000MAH 30C 2S 7.4V se tornará 10000MAH 30C 2S 7.4V.
"Vale ressaltar também o cálculo da capacidade de descarga da bateria, que é só multiplicar a sua capacidade de carga pelo seu "C". No exemplo acima, a bateria de 5000mAh 30C tem a capacidade de descarga de de 150A. Ao ligar em paralelo se somam sim o capacidade de carga mas o "C" continua o mesmo, mas por aumentar a capacidade de carga dela a descarga também aumenta. Exemplo, duas de 5.000mAh 30C (150A de descarga) quando ligadas em paralelo formam uma de 10.000mAh 30C (10A x 30C = 300A)". Dica de rpompeu.

Carregador:
Imagem
Os carregadores devem suportar lipo e ter balanceador (caso não tenha você pode usar um externo). O balanceador faz com que a voltagem das celulas seja carregada corretamente.

Custo benefício:
Imagem
Muitos ainda acreditam que elétrico é muito mais caro. Outro dia na pista (aerosampa), botamos tudo no papel (na cabeça, alias), e vimos que com um kit mediano/top das duas "modalidades", EP sai mais caro durante 3 meses, depois GP passa a ficar cada vez mais caro. Volto a dizer que o custo benefício do elétrico é melhor, bem melhor. Qualquer dúvida podemos comparar "setups" (motor EP e GP, baterias e combustível, plugs e velas) de GP com EP para provar minha afirmação;

Materiais importantes:
Imagem
Ferro de solda (plugs derretem, é necessário para fazer fiação, etc)
Plugs (como eu disse, plugs derretem)
Fios
Termo retrátil (para isolar, acho melhor que fita isolante)


Críticas, informações, opniões e etc são bem vindas. É só uma versão beta do "guia" básico. Só por favor não gerem conflito típicos do EP vs GP, usem esse tópico para discussão civilizada e informações gerais. Em vez de criticar caso haja informações incorretas ou confusas, ajude. Pretendo sempre ir editando o tópico.


Por Julio Isnard Rey

Excelente, muito obrigado!

Anterior

Voltar para Elétricos

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante